domingo, 25 de maio de 2008

Fenômeno guarda-sol


Moro em Brasília - DF. Não sou calanga, ops, candanga, mas quase.
Não vou escrever sobre um monte de coisas que eu acho a respeito desse lugar mas uma coisa tem me chamado a atenção: o guarda-sol como acessório fashion.
Aqui vivemos entre o nada e o coisa nenhuma. No meio. É bom e ruim ao mesmo tempo.
Também temos por "dupla sertaneja" Mato Seco e Barro Vermelho (não existe, eu que inventei kkk). Os sapatos e os bombeiros sofrem igualmente por causa da dupla.
O lance é que o clima aqui é afff. Um calor do caramba, uma seca de deserto, uma amplitude térmica muito louca! Estou vigiando as palavras pra não escrever coisa feia.
Para viver aqui, seria bom ter pele de réptil - placa córnea, couro de elefante etc. Também seria útil ter a quantidade de melanina que os negros africanos possuem, ajudaria muito.
Como eu não tenho nada disso, sofro igual urso polar no anúncio da coca-cola. Fico igual gato em dia de faxina. Uso uma espécie de burka dentro do carro, toda enrolada, e funciona.
Ok. Agora vou falar do fenômeno guarda-sol.
Nunca vi tanta gente usando o guarda-chuva para se proteger do sol na capital. Eu sempre usei e o povo me olhava como se eu fosse brega, coisa de velhinha...olhavam torto, tortíssimo. Usava porque não aguentava o sol mesmo. Eu pensava que o brasiliense fingia não notar o clima diferente.
AGORA, nooossa, em todos os lugares de brasólia tem gente usando o dito. Acho certíssimo, o ser humano tem que se adaptar ao lugar que habita, aqui todos deveriam usar FPS 100, chapéu e óculos escuros (bons) o tempo todo. Também recomendo luvas ao dirigir, água termal pra borrifar, garrafa com água pra beber, colírio, umidificador portátil, hidratantes e sempre algo pra molhar e limpar os sapatos antes de entrar em qualquer lugar...depois lembro de outras coisinhas.
Definitivamente, o que não dá é pra viver em Bsb city da mesma maneira que no resto do país.
Conheci outros estados e posso afirmar que o sol aqui é bem mais torrante e a luminosidade é mais intensa.
Nem busquei dados científicos mas o que eu percebo basta.
O melhor é ter um guarda-sol de cor neutra para combinar com qualquer roupa, um formal para trabalhar e um mais despojado para passear sem compromisso....kkkk, estou exagerando é claro, mas em tempos de períodos de chuvosos cada vez menores, guardar o sol é bem mais necessário que guardar a chuva, isso é.

Nenhum comentário: